Branqueamento Dentário

O que é o branqueamento dentário?

O branqueamento dentário trata-se de uma técnica que, sem lesar ou desgastar o dente, torna-os mais claros, tudo isto devido a um processo de oxidação dos pigmentos dos dentes, segundo o qual o agente/ gel branqueador entra na superfície do dente e liberta moléculas que provocam a descoloração.


Porque temos os dentes escurecidos/ manchados?

Os dentes podem ficar escurecidos devido a vários fatores:

Ingestão regular de alimentos tais como: café, chá, Coca-Cola,
vinho tinto ou outros com alto teor de corantes
Com a idade
Fumar
Manchas por tetraciclinas ou alguns outros antibióticos
dados durante a formação dos dentes em criança
Manchas por ingestão de flúor (ingestão elevada de flúor leva a manchas de vários tipos)
Outras doenças sistémicas durante a fase de formação dos dentes
Dentes desvitalizados ou que foram traumatizados há algum tempo


Que tipos de branqueamentos existem?

Podemos branquear os dentes externamente de duas maneiras:

Em casa: através da utilização de uma moldeira/goteira confecionada no consultório dentário á medida da boca do paciente. Esta serve para colocar o gel branqueador e depois colocar na boca. O gel tem uma duração aproximadamente de 4 horas. Deve ser utilizado todos os dias ou em dias alternados durante 7 a 15 dias.

No consultório: onde é colocado o gel diretamente sobre a superfície dentária, este é activado com uma luz e cada sessão dura 15 minutos. A quantidade de sessões necessárias varia de pessoa para pessoa.

Ambas as técnicas podem ser complementares, dependendo de cada caso. Quando utilizadas em conjunto , o efeito mantêm-se por mais tempo. Ter em atenção que tanto uma como outra técnica exige a consulta pelo seu Médico Dentista, pois podem levar a danos irreversíveis, tais como queimaduras na gengiva, mucosa adjacente e hipersensibilidade extrema.
Existe também o branqueamento interno que só é possível efetuar em dentes desvitalizados. Normalmente estes dentes com o tempo escurecem, ou dentes que tenham sido submetidos a trauma necrosam/morrem o que leva a um escurecimento súbito, estes dentes respondem muito bem ao branqueamento interno.


Quais as contra-indicações?

Antes de fazer um branqueamento dentário devemos ter sempre uma consulta com o Médico-Dentista, para este fazer uma avaliação criteriosa do estado de saúde oral: avaliar a gengiva e a presença de cáries. Antes de avançarmos para o tratamento devemos sempre fazer uma destartarização com ultra-sons e polimento dentário, bem como uma aplicação de gel de flúor.

As contra-indicações podem ser:

Dentes com muita sensibilidade
Gengiva retraída
Presença de cáries
Doença periodontal ativa
Dentes com grandes restaurações
Dentes muito escuros/acinzentados
Mulheres grávidas e crianças 

No fundo não existem verdadeiras contra-indicações para obter um sorriso mais branco, pois com os tratamentos atualmente ao dispor, todas elas podem ser contornadas.


Quanto tempo dura o efeito de um branqueamento?

Depende da sua alimentação, higiene oral e se fuma ou não. Normalmente tem a duração de dois anos, mas ao fazer a conjugação de branqueamento no consultório com as moldeiras em casa, podemos sempre que necessário utilizar a moldeira em casa, mantendo assim a cor branca dos seus dentes.