Conselhos e Recomendações

Você sabia que fugir do dentista pode lhe causar muita dor de cabeça? Isso mesmo, adiar sua visita com desculpas de falta de tempo ou de dinheiro só irá prejudicar o seu sorriso e a sua saúde. Abaixo você confere a lista com 30 motivos para se ir ao dentista regularmente.


  • Manter a saúde do corpo:
    Uma boca bem cuidada reflete na saúde de todo o corpo. Uma má mastigação ou mesmo uma mordida errada podem ocasionar desde dores de cabeça até problemas cardíacos.

  • Reconquistar a auto-estima:
    Manter um sorriso saudável e harmonioso é uma boa maneira de você ficar bem consigo mesma. Gostando mais de sua aparência,
    você estará mais segura para enfrentar a vida.

  • Prevenção:
    Prevenir cáries, doenças periodontais e mau hálito evitam problemas futuros no cuidado com os dentes e gastos em longos tratamentos.
    Um check up periódico não deixa que os problemas se avolumem.


  • Manter os dentes limpos:
    Uma higienização bem feita depende da escovação dos dentes e da língua, do uso de fio dental, de anti-sépticos bucais e de escova lingual, garantindo a não-formação da placa bacteriana, de cáries e tártaro.

  • Substituir restaurações:
    Suas antigas restaurações (conhecidas como obturações) feitas em amálgama, aquele material na cor prata, podem ser substituídas por resinas mais atuais que são impercetíveis e duradouras.

  • Endireitar os dentes:
    Dentes tortos, além de serem esteticamente feios, diminuem o rendimento mastigatório, causam dores de cabeça e ouvido, prejudicam a fonética, entre outros problemas.


  • Evitar problemas cardíacos:
    Quase ninguém sabe, mas as bactérias do tártaro dental podem atacar o coração. A endocardite bacteriana, um tipo de problema cardiológico decorrente de processos infeciosos, pode ter origem na cavidade oral e causar a proliferação de bactérias nocivas ao organismo.

  • Limpar a fundo:
    Mesmo realizando a higiene bucal diariamente, existem lugares que a escova não alcança, acumulando placa na gengiva e entre os dentes.
    Para realizar uma limpeza mais a fundo, o seu dentista irá realizar a técnica de profilaxia (limpeza em
    baixo das gengivas).

  • Mastigar melhor:
    Mastigar bem não quer dizer mastigar muito. A perda de dentes, dentes tortos, sensibilidade nas gengivas, próteses frouxas ou falta de obturações podem ser responsáveis pela má mastigação. A boa mastigação minimiza ou elimina problemas futuros no aparelho digestivo, além de te deixar muito disposta.


  • Perder o medo:
    Dentista não é mais sinônimo de dor. Hoje, o tratamento dentário é muito mais eficaz, rápido e indolor com a tecnologia disponível nos consultórios.

  • Não ter dor de dente:
    A melhor solução para a dor de dente é a prevenção. Visitas periódicas ao dentista, mesmo sem a existência de qualquer sintoma, podem detetar o problema desde cedo, garantindo o sucesso do tratamento.

  • Incentivar seus filhos:
    As crianças devem frequentar desde cedo o dentista. Dessa maneira, elas mantêm a saúde bucal e criam o hábito, combatendo a "odontofobia".


  • Ter um sorriso invejável:
    Um sorriso bonito rejuvenesce as feições, aumenta auto-estima, melhora a fonética e te deixa lindo aos olhos de todos.

  • Fugir do mau hálito:
    90% das causas do mau hálito estão
    na boca. Escovar os dentes e a língua
    é essencial para manter um bom hálito. Visitar o dentista duas vezes ao ano também pode evitar uma
    situação desagradável.

  • Deixar os dentes brancos:
    Já existem muitas técnicas para clarear as diversas manchas nos dentes. O seu dentista irá realizar o tratamento indicado para o seu caso. São técnicas que vão desde raspagens e polimento até o uso de laser.


  • Acabar com a sensibilidade:
    A solução para aquela sensibilidade que impede de tomar um café ou um sorvete está no seu dentista. Procure-o no dia em que a sensibilidade estiver se manifestando mais para que possa identificá-la melhor.

  • Evitar constrangimentos
    em público:

    Conviver com pequenos defeitos não é fácil. Para evitar constrangimento e vergonha de aparecer em público, procure o dentista para eliminar problemas como dente torto, escuro, com manchas, diastema e outros.

  • Não roncar:
    O ronco incomoda o seu sono e quem está do seu lado. A intervenção do dentista nesses casos não é definitiva, mas ajuda a eliminar o zumbido. A técnica trata-se de colocação de uma placa que permite um sono mais leve e impede o desgaste dos dentes.


  • Tirar o siso:
    Um incômodo para muitas pessoas é o dente do siso, o terceiro molar que costuma nascer próximo da maioridade e pode provocar muita dor. Para evitar problemas futuros, como prejuízo aos dentes vizinhos, é aconselhável sua retirada.

  • Prevenir o câncer bucal:
    Exames periódicos ajudam a identificar pequenas lesões que, se não tratadas, poderão evoluir para alguma forma de câncer.

  • Corrigir maus hábitos:
    Em conversa com o seu dentista, ele identificará seus maus hábitos, como morder os lábios, roer unhas ou mastigar canetas, mostrará os malefícios dessas atitudes e estimulará a desvincular-se deles.


  • Tratar cáries:
    Tratar cáries assim que elas surgem evita procedimentos mais
    dolorosos como tratamentos de
    canal e das gengivas.

  • Curar aftas ou herpes:
    O tratamento das aftas impede que elas se alastrem. Caso contrário podem se tornar dolorosas e serem passadas em forma de infeção herpética ou lesões persistentes.

  • Corrigir a linha do sorriso:
    Um sorriso bonito depende de dentes e gengivas bem cuidados. Algumas alternativas ajudam a deixá-lo invejável: reposicionamento dos dentes para dentro, diminuição ou aumento da gengiva, mudança no formato dos dentes.


  • Colocação de prótese:
    Os implantes e as próteses possibilitam a substituição de um ou mais dentes perdidos.

  • Aplicar flúor:
    A fluoração nos dentes ajuda
    na prevenção contra o
    surgimento de cáries.

  • Acabar com a dor de cabeça:
    Problemas bucais podem estar relacionados a dores de cabeça.


  • Lesões bucais podem ser consequência de alguma doença, o dentista irá indicar um especialista.

  • Adenoide ou amígdalas. Resolvendo o problema, além das vantagens estéticas, haverá melhora fonética e do próprio aparelho respiratório.

  • Aconselhamos a todos os
    pacientes a fazer uma visita ao Dentista a cada 6 meses.